Acerte na iluminação da sua casa ou escritório

Não costumamos nos atentar para o conforto visual e economia que a luz ideal no ambiente pode causar. Normalmente, as luzes fluorescentes (cor fria) são as preferidas por proporcionar maior claridade, mas nem sempre ela é a melhor opção. Para te ajudar nessa tarefa que não é assim tão simples, trouxemos 4 dicas básicas.

Dicas

04.08.2020 | 2 minutos de leitura

Acerte na iluminação da sua casa ou escritório

1. Tom de luz ideal
Você sabia que existem três tipos de temperatura quando falando de iluminação? Muitos só lembram das cores quentes e frias, mas também existem as luzes suaves: o intermédio entre os dois tons mais conhecidos. Só entendendo a necessidade do ambiente é que você vai poder decidir, pois cada uma possui características e objetivos únicos.

Cores quentes: avermelhadas/amareladas e transmitem aconchego e conforto, usadas em decoração.

Cores frias: azuladas, proporcionando clareza e foco em empresas ou em ambientes residenciais espaçosos.

Cores suaves: o meio termo entre tons frios e quentes – sem intensidade – oferecendo conforto visual em lugares pequenos.


2. Luz direta x luz indireta
A luz direta é basicamente utilizada quando é preciso evidenciar alguma coisa, por exemplo: foco de luz sobre a mesa de trabalho, escritórios e consultórios, ou até em casa para deixar os momentos de leitura com melhor iluminação. Além disso, ela também cumpre um excelente papel decorativo, iluminando objetos, painéis e jardins. E para cada situação, muitas opções estão disponíveis no mercado, escolha entre os pendentes, luminárias de mesa, spots ou mesmo os abajures que poderão estar sobre balcões ou no chão.

Já a luz indireta é usada para amplificar a iluminação do ambiente, deixando o ambiente iluminado uniformemente, pois ela reflete na superfície e depois se amplia por todo o ambiente. Cores claras na pintura das paredes otimiza esse tipo de iluminação. A instalação é adequada no forro, no gesso e até mesmo no chão, em arandelas ou spots direcionados para potencializar o efeito.


3. Escolha a lâmpada certa
Não é qualquer lâmpada que vai se adequar aos tipos de iluminação, é importante comprar pensando na sustentabilidade e economia na conta de energia. As lâmpadas de LED são as mais recomendadas, pois além desses benefícios, também oferece variadas tonalidades e tem uma vida útil mais duradoura.


4. Invista em marcas confiáveis
Antes de tomar qualquer decisão na hora de comprar materiais elétricos, é importante verificar na embalagem se os produtos são certificados para que você não tenha problemas depois – isso também vale para as lâmpadas.


 Agora que você já está munido de informação para decidir a melhor iluminação para os ambientes da sua casa ou escritório, confira alguns produtos que a Enerbras têm disponível no mercado – lâmpadas, tomadas e materiais para instalação elétrica em geral. 

Mais em Dicas
Veja todos
 
 
 
 

Suporte

Telefone Enerbras