Mulheres importantes na área de engenharia

Este mês comemoramos o mês da mulher, porém, mais do que prestar homenagens e reforçarmos a importância desta data, queremos apresentar nomes que muito provavelmente você nunca ouviu falar, mas que são de extrema relevância na área de engenharia.

Matérias

17.03.2022 | 2 minutos de leitura

Mulheres importantes na área de engenharia

A origem da data: 


A socióloga Flávia Rios, que é professora da Universidade Federal do Goiás e coordenadora do Simpósio “Relaciones Raciales y de Género: Identidad, Interseccionalidad y Movimientos Sociales”, conta em entrevista que o incêndio em Nova York faz parte da história de luta das mulheres, mas como contexto. 


Essa versão de que o Dia Internacional das Mulheres nasceu por conta desse caso isolado não evidencia a luta e mobilização de centenas de mulheres operárias do final do século 19, que se organizavam politicamente para diversas pautas diferentes. 


“No incêndio, morreram operárias num contexto em que feministas e trabalhadoras faziam forte mobilização pela igualdade na política e por melhores condições de trabalho”, explica a professora. 

Conheça mulheres importantes na área de engenharia: 

Agora que já falamos sobre a origem da data, vamos apresentar nomes de mulheres que contribuíram muito para diferentes áreas da engenharia. Confira! 

Yvonne Brill: 


Nascida em Manitoba, no Canadá, no ano 1924, era apaixonada por ciências e assim como muitas, ouvia constantemente que este não era um lugar para mulheres. Mesmo não recebendo incentivo, foi a primeira da família a cursar uma faculdade. 


Yvonne se formou em matemática na Universidade de Manitoba. Após a conclusão do curso se mudou para os Estados Unidos, onde começou a trabalhar na empresa Douglas Aircraft Company. Também concluiu o mestrado em Química na Universidade do Sul da Califórnia. 


Em sua atuação profissional participou dos primeiros projetos para o desenvolvimento de satélites nos EUA e sobre o desempenho do propulsor de foguetes, que foi patenteado por ela em 1972.

Enedina Alves Marques:


No Brasil também temos nomes de mulheres importantes em áreas consideradas exclusivamente masculinas e esse é o caso de Enedina Alves Marques. 


Nascida em Curitiba no ano de 1913, Enedina tem uma origem familiar pobre e não teve exemplos de familiares que cursaram o ensino superior. 


Ela trabalhou como babá e professora e cursou Engenharia Civil da Universidade Federal do Paraná, onde tornou-se a primeira mulher engenheira do Paraná e a primeira engenheira negra do país.


Depois de formada, atuou como engenheira em diversos projetos importantes, como o Plano Hidrelétrico do Paraná. Dentre eles está a construção da Usina Capivari-Cachoeira, a maior central hidrelétrica subterrânea do sul do Brasil.


Alba Colon: 


Muitos homens afirmam constantemente que mulheres não entendem sobre carros. Apesar deste senso comum, temos como exemplo uma mulher que atuou no setor automobilístico e que deixou a sua marca, chamada Alba Colon. 


Nascida em 1968 em Porto Rico, Alba ocupou a posição de engenheira-chefe da Chevy Racing, equipe da General Motors na Nascar, categoria que equivale à Stock Car no Brasil. 


O interesse dela pelos carros cresceu cada vez mais enquanto cursava engenharia mecânica e assim que se formou,em 1994, foi contratada pela GM. 


A engenheira projetou carros para pilotos renomados, como Danica Patrick, Jeff Gordon e Jimmie Johnson.


Incentivar mulheres a ocupar cargos e oferecer a elas a oportunidade de estudarem para chegarem até onde quiserem é uma maneira de aumentarmos ainda mais essa lista!  


Parabéns a todas as mulheres!


 
 
 
 

Suporte

Telefone Enerbras